Nova criptomoeda poderá gerar crise no mercado de HDs e SSDs

A atual crise da indústria de placas de vídeo – levando a aumentos de preços globais e escassez de estoque – não é por um único motivo, mas é uma grande parte do atual boom de mineração de criptomoedas.

Agora, novas tendências nesta área indicam que uma situação semelhante pode ocorrer com dispositivos de armazenamento de dados, como discos rígidos e unidades de estado sólido.

O principal motivo deste jogo foi o lançamento de Chia, uma criptomoeda desenvolvida pelo mesmo criador do BitTorrent.

A diferença não é contar com o processamento da GPU para verificar as transações e trazer benefícios aos mineiros, mas contar com o espaço disponível na unidade de armazenamento externo.

Em vez disso, a criptomoeda depende de uma série de operações para ler e gravar dados em um vasto espaço em branco, que é o caso de uma das mídias.

Como resultado, os departamentos de mercado de criptomoedas, como as “minas” da China, começaram a estocar HD e SDD, eliminando assim o estoque de lojas físicas e online na região.

A mesma situação pode ocorrer em outras regiões, embora o fenômeno ainda não tenha chamado a atenção no exterior – Chia ainda não foi lançado oficialmente.

Relatórios de residentes chineses trabalhando em criptomoedas no campo Reddit também alertam que os preços desses periféricos dispararam durante a noite em plataformas de comércio local, como Taobao.

Chia é um produto originalmente formulado por Bram Cohen em 2018. Segundo o empresário, sua maior preocupação é criar uma criptomoeda mais sustentável porque envolve, por exemplo, Bitcoin ou Ethereum. O processo de mineração consome muita energia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.